Navegação: Início | Notícias

Na Venezuela, Brasil conquista o 8º título do Campeonato Ibero-Americano

10|06|2012 - 22:53 | João Pedro Nunes - Da Assessoria de Imprensa da CBAt

Fonte: CBAt

Leandro Prates vence os 1.500 m (Loel Henriquez)
Clique na Imagem para Ampliar
Barquisimeto, Venezuela - Com uma atuação excelente na última etapa, disputada na noite deste domingo 10, no Estádio Maximo Viloria, o Brasil conquistou o 8º título do Campeonato Ibero-Americano de Atletismo, encerrado na cidade de Barquisimeto, na Venezuela.

A equipe brasileira ganhou 13 medalhas neste domingo, sendo 7 de ouro, 4 de prata e 2 de bronze, totalizando 44 medalhas no total (14 de ouro, 18 de prata e 12 de bronze). Cuba foi a 2ª colocada com 18 medalhas (8, 6 e 4), seguida da Colômbia, com 14 (6, 3 e 5).

O grande resultado do dia foi obtido pela paraibana Andressa de Oliveira Morais, que ganhou a medalha de ouro no lançamento do disco com a marca de 64,21 m, novo recorde sul-americano, ratificando o índice para a Olimpíada de Londres (60,61 m). O recorde anterior era dela mesma, com 62,36 m, obtido no dia 20 de maio, em São Paulo.

"Não acreditei quando consegui o recorde logo em minha primeira tentativa. Agora sou campeã sul-americana e ibero-americana e me falta o título brasileiro. Quero melhorar mais ainda o meu recorde no Troféu Brasil", comentou, sorridente a atleta de 21 anos. "Tudo isso me dá mais tranquilidade e, sobretudo, confiança no meu treinamento para a Olimpíada."

Andressa é treinada pelo cubano Julian Mejia no Centro Nacional de Treinamento Caixa/Sesi, da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), em Uberlândia (MG), mesmo lugar em que se prepara Geisa Arcanjo, que ganhou ouro e fez índice olímpico no arremesso do peso no sábado.

O Brasil fez "dobradinha" no lançamento do disco, com a medalha de prata ficando com a gaúcha Fernanda Borges, com 57,87 m.

Outro resultado importante foi obtido no heptatlo. A paulista Lucimara Silvestre ganhou ouro, com 6.160 pontos, ficando a apenas 33 pontos do índice para os Jogos Olímpicos. Ela terminou extenuada a prova dos 800 m, a sétima e última da modalidade. Precisou sair carregada da pista, com dores no corpo todo.

Na mesma prova, a carioca Tamara Alexandrino de Sousa conquistou a medalha de bronze, com 5.548 pontos, ratificando pela 4ª vez este ano o índice exigido pela CBAt para o Campeonato Mundial Juvenil de Atletismo de Barcelona, em julho. A marca poderia ter sido melhor se não tivesse competido a última prova, com uma lesão muscular na coxa direita. "Não sei como consegui completar o heptatlo. A dor estava insuportável, mas queria muito esta medalha", comentou Tamara, uma das maiores promessas do Atletismo nacional.

O Brasil ganhou ouro também no salto em distância feminino, com Eliane Martins, companheira de treinamento de Maurren Maggi em São Paulo. A prova teve outra dobradinha, já que Gisele Marculino ficou em 2º lugar.

Nos 1.500 m, a baiano Leandro Prates ganhou a prova até com facilidade. Campeão brasileiro, sul-americano e pan-americano, ele comemorou o bicampeonato ibero-americano. Em San Fernando, na Espanha, em 2010, ele havia sido ganhador dos 3.000 m. "Fiz uma corrida tática porque senti a prova lenta. Saí com tudo nos últimos 300 metros e ninguém me acompanhou", disse o brasileiro, que calou grande parte do público que torcia pelo venezuelano Edwar Villanueva, considerado o favorito por ter corrido a prova este ano em 3:36.96.

O Brasil ganhou ouro também nos revezamentos 4x100 m masculino e feminino e no 4x400 m feminino. O 4x400 m masculino acabou em 4º lugar e deve ser o único a ficar fora do Ranking da IAAF para participar da Olimpíada de Londres.

Depois da prova houve a cerimônia de encerramento, com a passagem da bandeira ibero-americana para a velocista Rosangela Santos, campeã pan-americana e ibero-americana dos 100 m e do 4x100 m. A 16ª edição do torneio será realizada no Brasil em 2014.

Roberto Gesta de Melo, presidente da CBAt e da Associação Ibero-Americana de Atletismo, considerou a competição "excelente" e ficou satisfeito com a atuação dos brasileiros. "Os venezuelanos mostraram muita disposição em organizar bem o evento, embora a sede tenha sido escolhida há pouco mais de 15 dias. Já os brasileiros foram muito bem e conquistaram um título importante. Foi a nossa 8ª conquista em 15 edições. Muitas medalhas foram ganhas por jovens, o que só nos dá esperança", disse o presidente.

Resultados das finais deste domingo à noite

Salto com vara - feminino

1-Caballero Vegas (CUB) - 4,50 m
2-Karla Rosa (BRA) - 4,10 m
3-Sara Santos (BRA) - 4,10 m

Lançamento do disco - feminino
1-Andressa de Oliveira Morais (BRA) - 64,21 m
2-Fernanda Borges (BRA) - 57,87 m
3-Karen Gallardo (CHI) - 57,40 m

Salto em distância - feminino
1-Eliane Martins (BRA) - 6,55 m (-1.9)
2-Giselle Marculino (BRA) - 6,14 m (-1.9)
2-Macarena Reyes (CHI) - 6,14 m (-1.0)

4x100 m - feminino
1-Brasil - Geisa Coutinho, Lucimar Moura, Evelyn Oliveira e Rosangela Oliveira - 43.90
2-República Dominicana - Mariely Sanchez, Fany Chalas, Marleny Mejia e Margarita Manzueta - 44.04
3-Colômbia - Eliecit Palacios, Maria Idroba Paz, Nelcy Caicedo e Darlenys Obregon - 44.42

4x100 - masculino
1-Brasil - Carlos Roberto Pio, Sandro Viana, Nilson André e Aldemir Gomes da Silva Jr - 38.95
2-Venezuela - Jermaine Chirinos, Arturo Ramirez, Diego Rivas e Jose Acevedo - 39.01
3-Equador - John Valencia, Franklin Nazareno, Jhon Tamayo e Alex Quiñones - 40.83

1.500 m - feminino
1-Adrien Muñoz (CUB) - 4:20.36
2-Andrea Ferris (PAN) - 4:20.50
3-Sandra Lopes (MEX) - 4:21.00
7-Cristiane Ritz (BRA) - 4:23.45
13-Erica Oliveira Lima (BRA) - 4:34.51

1.500 m - masculino
1-Leandro Prates (BRA) - 3:47.76
2-Alberto Imedio (ESP - 3:48.46
3-Carlos Del Rio (CHI) - 3:48.50
6-Fabiano Peçanha (BRA) - 3:50.33

Heptatlo
1-Lucimara Silvestre (BRA) - 6.160 pontos
2-Thaymara Rivas (VEN) - 5.622
3-Tamara Alexandrino de Sousa (BRA) - 5.548

4x400 m - feminino
1-Brasil - Joelma Sousa, Jailma Lima, Geisa Coutinho e Lucimar Teodoro - 3:28.56
2-Cuba - Aimee Martinez, Daysurami Bonnie, Rosemary Almanza e Daysurami Bonnie - 3:29.13
3-República Dominicana - Santa Felix, Yolanda Valerio, Marleny Mejia e Daime Cuesta - 3:38.48

4x400 m - masculino
1-Cuba - Carlos Velis, Raidel Morales, Orestea Rodriguez e William Collazo - 3:00.43
2-Venezuela - Arturo Rodriguez, Alberto Bravo, José Melendez e Omar Longar - 3:01.70
3-República Dominicana - Gustavo Cuesta, Jhon Soriano, Winder Cuevas e Luquelin Santos - 3:03.05
4-Brasil - Pedro Burman, Hederson Alves, Jonathan Henrique da Silva e Anderson Henriques - 3:03.05

Quadro de medalhas
1-Brasil - 44 - 14 de ouro, 18 de prata e 12 de bronze
2-Cuba - 18 - 8 de ouro, 6 de prata e 4 de bronze
3-Colômbia - 14 - 6 de ouro, 3 de prata e 5 de bronze
4-Venezuela - 10 - 4 de ouro, 4 de prata e 2 de bronze
5- Argentina - 9 - 4 de ouro, 3 de prata e 2 de bronze

 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Estrada Municipal Antônio Franco de Lima s/nº - Bairro do Campo Novo – Bragança Paulista, SP – CEP: 12.918-240
Telefone: (011) 5908-7488
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição