Navegação: Início | Notícias

Jucilene iguala recorde brasileiro do dardo no Troféu Brasil/Caixa

08|06|2013 - 15:49 | Da Assessoria de Imprensa do Troféu Brasil Caixa 2013

Fonte: CBAt

Jucilene Sales de Lima iguala o recorde brasileiro do lançamento do dardo (Carol Coelho/CBAt)
Clique na Imagem para Ampliar
São Paulo - A paraibana Jucilene Sales de Lima (BM&FBovespa) igualou neste sábado à tarde o recorde brasileiro do lançamento do dardo na final do Troféu Brasil/Caixa de Atletismo, no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera. Ela obteve 61,98 m em sua quarta tentativa.

Com o resultado, além de igualar a marca de Sueli Pereira dos Santos, obtida em Bogotá, na Colômbia, em 2000, a atleta de 22 anos quebrou o recorde do torneio, que era de Alessandra Nobre Rezende, com 58,21 m, desde 2006. Ela ratificou também o
Índice CBAt para o Campeonato Mundial de Moscou, em agosto, na Rússia.

"Depois de tantos problemas físicos, é uma felicidade imensa conseguir igualar esse recorde", comentou a lançadora, nascida na cidade de Taperoá e treinada por João Paulo Alves da Cunha. "Espero manter uma sequência de provas para evoluir mais."

Jucilene sentiu dores nas costas durante 3 anos, o que impediu os treinamentos regulares. No dia 4 de maio, em Campinas, ela obteve o índice para o Mundial, com um lançamento de 60,03 m, mas depois disso não conseguiu competir por causa de câimbras. "Quero ver se no Sul-Americano eu melhoro ainda mais o resultado para ir mais confiante para o Mundial", lembrou, referindo-se ao torneio continental, marcado para julho, na Colômbia.

NONO TÍTULO DE RONALD

O paulista Ronald Julião (BM&FBovespa) conquistou a nona medalha de ouro da carreira no lançamento do disco do Troféu Brasil/Caixa. Qualificado para o Campeonato Mundial, ele marcou 61,62 m. "Não era o resultado que queria, mas a vitória é sempre importante", comentou o atleta, que disputará em julho a Universíade de Kazan, na Rússia. "Ganhei bronze em 2011 na China e espero outra boa marca."

O catarinense Felipe Lorenzon (ASA-Sertãozinho) vibrou muito com medalha de prata e a classificação para o Sul-Americano. "Só eu sei o que me dediquei aos treinos para recuperar o tempo perdido por causa de uma lesão no pulso", lembrou o lançador, que marcou 55,19 m, recorde pessoal. "Vamos para o Sul-Americano para representar bem o Brasil", completou Felipe, de 19 anos, que ficou em sexto lugar no Mundial de Juvenis, no ano passado, em Barcelona.

ADRIANA VENCE OS 5.000 M

A paulista Adriana Aparecida da Silva (Pinheiros), representante brasileira na maratona da Olimpíada de Londres, venceu os 5.000 m, com 16:12.88. Ela comemorou muito o resultado, principalmente por não ser especialista em provas de pista. "Estou com muito treino nas pernas e bem de cabeça", disse, feliz, a ganhadora também da medalha de prata nos 10.000 m. "Consegui bons resultados e estou muito animada para o Sul-Americano", lembrou a corredora, que se prepara para disputar a Maratona de Nova York, no dia 3 de novembro.

ALINE E ANA PAULA
No salto em altura, a maranhense Aline Fernanda Santos (BM&FBovespa) conquistou a sua primeira medalha de ouro no torneio, com 1,83 m. "Estou muito feliz porque mostrei mais segurança, recuperada de uma lesão", lembrou.

A paranaense Ana Paula Caetano de Oliveira (AA Maringá) também comemorou a medalha de prata, com 1,81 m. Aos 16 anos, ela fez o recorde pessoal e ratificou índice para o Mundial de Menores de Donetsk, na Ucrânia, em julho, e para o Campeonato Pan-Americano de Medellín, na Colômbia, em agosto. "Minha melhor marca anterior era de 1,78 m e é muito bom superar a barreira de 1,80 m", comentou.

GUILHERME VENCE NO ALTURA
Depois de uma disputa acirrada com o companheiro de equipe Talles Frederico Silva, o paranaense Guilherme Henrique Cobbo (Pinheiros) venceu a prova do salto em altura, com 2,22 m. Talles ficou com a prata com 2,20 m, mesma marca de Josué Lima da Costa (Orcampi/Unimed), terceiro colocado.


SEMIFINAIS DESTE SÁBADO - Seis semifinais foram disputadas neste sábado à tarde e apontaram os atletas que vão brigar por medalhas neste domingo pela manhã. Os melhores resultados foram obtidos por Ana Cláudia Lemos (BM&FBovespa), com 22.75 (0.4), e Bruno Lins (Fundacte), com 20.45 (0.4), nos 200 m Matheus Inocêncio (Kaiaikan), com 13.58 (0.8), nos 110 m com barreiras Fernando Lina da Silva (BM&FBovespa), com 1:48.27, nos 800 m Liliane Fernandes (BM&FBovespa), com 58.20, e Mahau Suguimati (Orcampi/Unimed), com 50.96, nos 400 m com barreiras.

O Troféu Brasil/Caixa é uma realização da Confederação Brasileira de Atletismo, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio do Governo do Estado de São Paulo.

Resultados completos, programação e mais informações sobre o Troféu Brasil no link abaixo: http://www.cbat.org.br/competicoes/trofeu_brasil/default.asp

 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Estrada Municipal Antônio Franco de Lima s/nº - Bairro do Campo Novo – Bragança Paulista, SP – CEP: 12.918-240
Telefone: (011) 5908-7488
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição