Navegação: Início | Notícias

Thiago Braz curte o recorde sul-americano do salto com vara

06|07|2013 - 11:44 | João Pedro Nunes - Da Assessoria de Imprensa da CBAt

Fonte: CBAt

Thiago e o resultado que garantiu o ouro e o recorde sul-americano (Rodrigo Iglesias/CBAt)
Clique na Imagem para Ampliar
Cartagena (COL) - Thiago Braz mostrou no Campeonato Sul-Americano de Atletismo, na cidade colombiana de Cartagena, que nem sempre é preciso dormir para sonhar. Na noite de quinta para sexta-feira, deitado em sua cama no Hotel Dorado Plaza, imaginou-se vencendo a prova do salto com vara e garantindo vaga para o Mundial de Moscou, em agosto.

Antes das orações, viu-se quebrando o recorde sul-americano, superando a marca de 5,82 m de seu amigo Augusto Dutra. Antes de perder o sono, resolveu guardar os pensamentos, mesmo porque não havia trazido para a Colômbia varas para saltar tão alto.

Na hora da prova, sentindo-se "mole" e com um pouco de dor de cabeça, provavelmente causa do calor de 30 graus às 18:20 locais, lembrou dos sonhos da noite anterior e procurou reagir. "Vou fazer o melhor possível e espantar esse mal-estar", contou neste sábado pela manhã, "felizão", como se definiu.

Na prova, passou 5,20 m, 5,30 m, 5,40 e 5,50 m de primeira. Nesse estágio já havia assegurado a medalha de ouro. Passou na segunda tentativa os 5,65 m e os 5,70 m, as duas melhores marcas de sua vida. A anterior era de 5,60 m, índice CBAt para o Mundial de Moscou. Então, resolveu tentar o "impossível" e saltar 5,83 m.

Sem vara para isso, conversou com o amigo argentino Germán Chiaraviglio, que havia ficado com a medalha de prata, e conseguiu uma vara emprestada. Errou os dois primeiros saltos, mas passou no terceiro, transbordando de alegria e felicidade.

"Estou em meu primeiro ano como adulto e fazer esse recorde é um presente. Me dá mais confiança e a certeza de posso saltar mais alto", disse o atleta de 19 anos, nascido em Marília (SP), que já tem no currículo a medalha de prata da Olimpíada da Juventude e a de ouro no Campeonato Mundial de Juvenis.

Thiago lembra que começou a treinar com varas mais fortes este ano e está em fase de adaptação. "Fiz quatro provas na Europa antes do Sul-Americano e não fui bem. Cheguei a não acertar um salto na segunda prova, o que sempre é uma frustração", lembrou.

Depois de aumentar o recorde pessoal em fantásticos 23 cm, Thiago retoma a preparação na Europa para o Campeonato Mundial, agora como atleta oficialmente da equipe. "Vai ser legal travar umas batalhas com o Augusto lá no alto", brincou Thiago, falando sobre o conterrâneo de Marília, companheiro de treino na BM&FBovespa, em São Caetano do Sul (SP), e na Europa.

"Ele tem muito talento e um potencial enorme. Está comigo desde o início e atesto que está crescendo muito. Essa competitividade no salto com vara é excelente para a evolução de todos", comentou o técnico Elson Miranda, que além de Thiago e Augusto, orienta a campeã mundial Fabiana Murer e Karla Rosa da Silva, também qualificadas para Moscou.

Outro atleta do grupo com índice para o Mundial é Fábio Gomes da Silva, mas em maio, durante o GP Brasil Caixa/Governo do Pará, em Belém, sofreu uma séria lesão e foi submetido a uma cirurgia no tendão calcâneo, ficando fora da temporada.

O ucraniano Vitaly Petrov, ex-treinador do fenômeno Sergei Bubka e da russa Yelena Isinbayeva, é consultor de salto com vara da Confederação Brasileira de Atletismo. Numa das clínicas dadas no Brasil, há dois anos, colocou, sem querer, um peso enorme nas costas de Thiago. "Ele tem todos os recursos necessários para saltar um dia mais de 6 m", avaliou o técnico.

No Estádio Elías Gutiérrez, da bonita cidade caribenha de Cartagena, Thiago estrelou mais um capítulo de sua história, que espera ter continuidade no Rio-2016. Até lá, com certeza, passará a acreditar mais nos sonhos, mesmo os que dispensam o sono.

 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Rua Jorge Chammas, 310 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP: 04.016-070
Telefone: (011) 5908-7488 Fax: (011) 4508-4013
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição