Navegação: Início | Notícias

Caio Bonfim em sexto na marcha e Rosângela avança no Mundial de Atletismo

23|08|2015 - 05:08 | Benê Turco - Assessor de Imprensa da CBAt

Fonte: CBAt

Caio Bonfim no Ninho do Pássaro (Getty Images/IAAF)
Clique na Imagem para Ampliar
Pequim - O brasiliense Caio Bonfim conquistou na manhã deste domingo (dia 23), em Pequim, na China, o melhor resultado de um marchador do País, na história do Campeonato Mundial. Caio ficou em sexto lugar nos 20 km, que teve a chegada ao Estádio Nacional, o Ninho do Pássaro. Ele marcou 1:20:44, seu melhor tempo em 2015.

Assim, Caio igualou o feito do catarinense Sergio Galdino, que no Mundial de Stuttgart, na Alemanha, em 1993, conseguiu a mesma posição, na prova.

Caio credita o bom resultado à regularidade que manteve em todo o percurso e à técnica que obteve em competições que nos dois últimos anos teve condições de fazer na Europa. "Durante a prova procurei manter um ritmo regular, de forma que pudesse chegar ao final disputando os primeiros lugares", afirmou Caio.

Segundo Caio, ao chegar à pista do Ninho do Pássaro, ainda dava para brigar pelo quinto lugar com o chinês Zelin Cai, que terminou dois segundos antes. "No entanto, não cometi nenhuma falta em toda a prova e decidi não arriscar uma boa performance e um bom sexto lugar por apenas uma posição", disse o atleta. Ele explicou que na reta final da prova o árbitro pode desqualificar o marchador por apenas uma falta. "Preferi a segurança e deu certo", disse.

O pódio em Pequim: 1º Miguel Ángel López (Espanha), 1:19:14 (recorde pessoal), 2º Zhen Wang (China), 1:19:29 e 3º Benjamin Thorne (Canadá), 1:19:57 (recorde nacional).

Para o atleta, os bons resultados que tem conseguido devem-se em boa parte ao trabalho da família. "Meu pai (João Sena) é meu treinador, minha mãe (Gianetti Bonfim) é quem monta toda a estrutura de apoio e meu irmão (Evan) é o grande incentivador, é um time vitorioso", diz com orgulho.

João Sena e Gianetti acompanham o filho em Pequim e o pai faz parte da delegação, como responsável pelo grupo de marchadores. "Pude mandar o Caio à Europa com parte de recursos próprios, com apoio do Governo do Distrito Federal e da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt)", disse o treinador, que também é responsável pelo Clube de Atletismo de Sobradinho (CASO).

Caio, João Sena e Gianetti lembraram que o trabalho "agora continuar tendo em vista a participação nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. A meta é o pódio olímpico".

O presidente da CBAt, José Antonio Martins Fernandes, o Toninho, mandou cumprimentos pelo bom resultado do atleta neste Mundial.

ROSÂNGELA EM PRIMEIRO
Quem obteve um resultado muito bom também nesta etapa do Mundial foi Rosângela Santos. A velocista venceu a série 7 da fase preliminar dos 100 m, com 11.14 (-0.5), e garantiu a classificação para a semifinal da prova, prevista para esta segunda-feira (dia 24). "Fiz o que devia fazer para garantir a classificação, aí veio até o primeiro lugar da série", disse.

Rosângela, porém, é realista. As séries semifinais serão fortes. "Para chegar à final acredito que será preciso correr abaixo de 11 segundos, se fizer isso será meu recorde pessoal", concluiu.

Na fase de qualificação do arremesso do peso masculino, Darlan Romani foi o 15º na classificação geral e nono no Grupo A, com 19,86 m, e não disputará a final desta noite. "Não sei o que houve, estou bem, sem nenhum tipo de problema, mas o resultado simplesmente não saiu, tinha esperança de ficar entre os 12 primeiros e disputar a final", disse, ao deixar a pista do Ninho do Pássaro.

Nos 400 m, Hederson Estefani e Hugo Bauldíno marcaram, respectivamente, 45.36 e 45.42, e não passaram à semifinal. Mas os dois fizeram a melhor marca da temporada.

No heptatlo, após a disuta da última prova, os 800 m, na noite deste domingo, a brasileira Vanessa Chefer Spínola fez 5.647 pontos, após obter seu melhor resultado em Pequim no lançamento do dardo (terceira em seu grupo com 43,75 m). "O resultado final certamente não será o que eu esperava, mas disputar o Mundial é importante para adquirir experiência", disse Vanessa.

Pódio em Pequim: 1- Jessica Ennis-Hill (Grã-Bretanha), 6.669 pontos 2- Brianne Theisen Eaton (Canadá), 6.554 pontos 3- Laura Ikauniece-Admidina (Letônia), 6.516.

 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Estrada Municipal Antônio Franco de Lima s/nº - Bairro do Campo Novo – Bragança Paulista, SP – CEP: 12.918-240
Telefone: (011) 5908-7488
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição