Navegação: Início | Notícias

Rosangela Santos faz campanha histórica no Mundial de Londres

06|08|2017 - 15:45 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo

Fonte: CBAt

Rosangela Santos (Getty Images/IAAF)
Clique na Imagem para Ampliar
Londres - A brasileira Rosangela Santos obteve uma campanha histórica na disputa dos 100 m no Campeonato Mundial de Atletismo, no Estádio Olímpico de Londres. Depois de igualar o recorde pessoal na preliminar de sábado (dia 5), com 11.04 (-1.0), ela quebrou o recorde sul-americano na semifinal deste domingo (6), com 10.91 (-0.2) e completou a final em sétimo lugar, com 11.06 (0.1).

Rosangela, que ainda está qualificada para disputar os 200 m e o revezamento 4x100 m, tornou-se a primeira brasileira na história a disputar uma final dos 100 m no Mundial e a completar a prova em menos de 11 segundos.

Nascida a 20 de dezembro de 1990, em Washington DC, nos Estados Unidos, mas criada desde bebê no Rio de Janeiro, Rosangela disse ter feito "a prova de sua vida na semifinal" e sair a feliz dos 100 m. "O sétimo lugar foi excelente. Não é fácil correr contra as melhores velocistas do mundo. É difícil manter a paciência no bloco para a largada", lembrou a atleta do Pinheiros, que mora e treina no Texas, Estados Unidos.

"Conheço essas meninas desde 2015, quando comecei a participar de competições na Europa, e por isso não foi surpresa. Mostrei também que não é impossível correr abaixo dos 11 segundos", concluiu a velocista, orientada por Eric Francis, em Austin.

O recorde brasileiro anterior era de Ana Claudia Lemos, com 11.01 (1.4), desde 2015. Já o recorde sul-americano era da equatoriana Angela Tenorio, com 10.99 (0.9), desde o PAN de Toronto 2015.

O pódio dos 100 m foi formado por Tori Bowie (Estados Unidos), com 10.85, seguida de Marie-Josée Ta Lou (Costa do Marfim), com 10.86, e de Dafne Schippers (Holanda), com 10.96. A jamaicana Elaine Thompson, campeã olímpica no Rio 2016, terminou em quinto lugar, com 10.98.

O presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, José Antonio Martins Fernandes, mandou seus cumprimentos pelo desempenho à atleta. O vice-presidente da CBAt, Warlindo Carneiro da Silva Filho, também fez questão de parabenizar a velocista.

THIAGO NA FINAL DOS 800 M
Depois de 14 anos, o Brasil terá novamente um finalista nos 800 m do Campeonato Mundial. O feito foi obtido por Thiago André, da B3 Atletismo, treinador por Ricardo D' Angelo. Neste domingo, ele fez a semifinal em 1:45.83 e foi à final com o sexto melhor tempo na classificação geral.

"É uma grande alegria está na final, fiz hoje uma prova para garantir a vaga. Agora vou me concentrar para a final (na próxima terça-feira, dia 8)", falou o meio-fundista. O último brasileiro a disputar uma final na prova foi Osmar Barbosa dos Santos, em Paris 2003.

Nos 110 m com barreiras, Eder Souza chegou à semifinal e foi o sexto na série 3, com 13.70 (0.3). "Chegar à semifinal é bom, mas queria ir além", admitiu o atleta, que compete pela Orcampi Unimed e treina com Victor Fernandes. No lançamento do dardo, Laila Ferrer, do Pinheiros, treinada por Pedro Rivail Attilio, fez 60,54 m na qualificação e não avançou à final. No heptatlo, Tamara Alexandrino foi a 24ª com 5.631 pontos e Vanessa Chefer foi a 29ª, com 4.500. Elas competem pelo Pinheiros, Tamara treina com Liliana Lohmann e Vanessa, com Ricardo Barros.

O Brasil disputa o Campeonato Mundial com recursos do Programa Caixa de Seleções Nacionais da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), patrocinada pela Caixa Econômica Federal.

 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Estrada Municipal Antônio Franco de Lima s/nº - Bairro do Campo Novo – Bragança Paulista, SP – CEP: 12.918-240
Telefone: (011) 5908-7488
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição