Em Guayaquil

Brasil ganha cinco medalhas e classifica duas equipes para o Mundial

Delegação em Guayaquil (Divulgação CBAt)

Seleção tem bom desempenho no Sul-Americano de Cross Country de Guayaquil, neste sábado, e fica com vagas para competição de Aarhus, Dinamarca, em março

Bragança Paulista - O Brasil conquistou cinco medalhas - duas de prata e três de bronze - na 33ª edição do Campeonato Sul-Americano de Cross Country, disputada neste sábado (23/2), no Parque de Los Samanes, em Guayaquil, no Equador. E, mais do que isso, garantiu a classificação da equipe adulta masculina e da Sub-20 feminina para o Campeonato Mundial de Aarhus, a ser disputado no dia 30 de março na Dinamarca.

As conquistas mais festejadas foram nos 10 km adulto masculino, obtidas por Johnatas de Oliveira Cruz (prata) e Gilberto Silvestre Lopes (bronze), que completaram as cinco voltas no percurso em 32:32 e 33:06, respectivamente. O campeão foi o peruano José Luis Rojas, que venceu com o tempo de 32:21. André Ramos de Souza terminou em 4º lugar (33:18) e Nicolas Antonio Gonçalves ficou em 12º, com 34:48.

Com o resultado, o Brasil somou 21 pontos no adulto e superou o Peru, que teve 22 e ficou em segundo lugar na classificação geral por equipes.

A equipe feminina Sub-20 teve mais tranquilidade ainda na classificação, somando 37 pontos. O Peru ficou em segundo lugar, com 41, seguido do Equador, com 42.

No individual, o Brasil teve uma atuação bem regular, embora sem medalha na prova de 6 km: Jeovana Fernanda dos Santos foi 4ª (24:30), 6ª Letícia de Almeida Belo (24:34), 7ª Bianca Vitoria dos Santos (24:47) e 10ª Maria Lucineida Moreira (25:17).

O Brasil foi campeão ainda no masculino Sub-18, que não tem vaga para o Mundial. Foram duas medalhas no percurso de 6 km: prata para Douglas de Oliveira Henrique (20:46) e bronze para Tiago Emídio Fernandes (21:03). O vencedor foi o peruano Amante Mamani (20:37).

A outra medalha brasileira, também de bronze, foi conquistada por Gabriela de Freitas Tardivo nos 4 km do Sub-18, com 15:52.

Nas outras provas, os brasileiros mais bem colocados foram Simone Ponte Ferraz nos 10 km adulto feminino, em 7º lugar, com 39:46, e Victor de Oliveira da Silva nos 8 km Sub-20 masculino, com 28:16.

"A participação brasileira foi muito boa e devemos comemorar a classificação de duas equipes para o Campeonato Mundial. Tivemos um grupo jovem, que certamente ganhará muita experiência", comentou o técnico Paulo Cesar da Costa.

A equipe brasileira, composta por 20 atletas, viajou com recursos do Programa de Apoio às Seleções Brasileiras da Caixa, a patrocinadora oficial do Atletismo Brasileiro.