A 500 dias para 2020

COB inaugura marco em comemoração aos 500 dias para os Jogos Tóquio 2020

Joaquim Cruz (Arquivo)

Escultura #SOMOS TIME BRASIL está na Marina da Glória, no Rio, e a festa contou com a presença de campeões olímpicos também nesta terça-feira (12/3) Joaquim Cruz completa 56 anos

Bragança Paulista - Em comemoração ao marco de 500 dias para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) inaugurou a escultura #SOMOS TIME BRASIL nesta terça-feira (12/3), na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

O letreiro foi descerrado pelo vice-presidente do COB, Marco La Porta, e pelo diretor-geral da entidade, Rogério Sampaio, na presença de um time de grandes estrelas do esporte nacional, como os campeões olímpicos Torben Grael (vela), Jackie Silva (vôlei de praia) e Giovane Gávio (vôlei).

Robson Caetano (atletismo), medalha de bronze em Seul 1988 e Atlanta 1996, Ana Marcela Cunha (maratona aquática), tetracampeã do Circuito Mundial, e Marcelinho Machado (basquete), tricampeão pan-americano também participaram da cerimônia.
Este dia 12 de março também é importante para o atletismo brasileiro por comemorar o 56º aniversário de Joaquim Cruz, campeão olímpico dos 800 m em Los Angeles 1984 e prata em Seul 1988. O corredor brasiliense, radicado nos Estados Unidos, é o dono da única medalha de ouro brasileira olímpica em pista.

Joaquim Cruz tem ainda a quinta melhor marca da história nos 800 m, com 1:41:77, obtida no dia 26 de agosto de 1984, em Colônia, na Alemanha.

Atletas brasileiros que ganharam medalhas olímpicas no Atletismo, por ordem alfabética:

Adhemar Ferreira da Silva - medalha de ouro no salto triplo nas Olimpíadas de Helsinque 1952 e em Melbourne 1956

André Domingos da Silva - medalha de prata no 4x100 m na Olimpíada de Sydney 2000 e bronze no 4x100 m de Atlanta 1996.

Arnaldo Oliveira - Bronze no 4x100 m nos Jogos de Atlanta 1996

Bruno Lins - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

Claudinei Quirino da Silva - Prata no 4x100 m na Olimpíada de Sydney 2000

Cláudio Roberto de Sousa - Prata no 4x100 m na Olimpíada de Sydney 2000

Edson Luciano Ribeiro - Prata no 4x100 m na Olimpíada de Sydney 2000 e bronze no 4x100 m em Atlanta 1996

João Carlos de Oliveira - Bronze no salto triplo nos Jogos de Montreal 1976 e bronze em Moscou 1980

Joaquim Cruz - Ouro nos 800 m nos Jogos de Los Angeles 1984 e prata nos 800 m em Seul 1988

José Carlos Moreira - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

José Telles da Conceição - Bronze no salto em altura nos Jogos Olímpicos Helsinque 1952

Lucimar Aparecida de Moura - bronze no 4x100 m nos Jogos de Pequim 2008.

Maurren Maggi - Ouro no salto em distância nos Jogos de Pequim 2008

Nelson Prudêncio - Prata no salto triplo nos Jogos da Cidade do México 1968 e bronze em Munique 1972

Robson Caetano da Silva - Bronze nos 200 m nos Jogos e Seul 1988 e bronze 4x100 em Atlanta 1996

Rosangela de Oliveira - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

Rosemar Maria Coelho Neto - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

Sandro Viana - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

Thaissa Barbosa Presti - Bronze no 4x100 m dos Jogos de Pequim 2008

Thiago Braz da Silva - Ouro no salto com vara nos Jogos do Rio 2016

Vanderlei Cordeiro de Lima - Bronze na maratona nos Jogos de Atenas 2004

Vicente Lenílson de Lima - Prata no revezamento 4x100 m nos Jogos de Sydney 2000 e bronze nos Jogos de Pequim 2008

A Caixa é a patrocinadora oficial do atletismo brasileiro.