Sub-20

Brasil compete no Sul-Americano Sub-20, de olho na hegemonia da competição

Erik Cardoso, destaque (Wagner Carmo/CBAt)

A Seleção é considerada a favorita do Campeonato, que será disputado neste sábado e domingo, no Estádio Pedro Grajales, na cidade de Cáli, na Colômbia, com a participação de atletas de 14 países

Bragança Paulista - Com a presença de 47 atletas - 22 homens e 25 mulheres -, a Seleção Brasileira disputa neste sábado (15/6) e neste domingo (16/6) a 43ª edição do Campeonato Sul-Americano Sub-20 de Atletismo, no Estádio Pedro Grajales, na cidade de Cáli, na Colômbia. O Brasil busca manter a hegemonia na competição, que reúne participantes de 14 países.

O programa horário definitivo do evento será confirmado nesta sexta-feira (14/6), a partir das 21 horas de Brasília, quando será realizado o Congresso Técnico. A programação inicial divulgada pelos organizadores, no entanto, prevê 23 finais neste sábado - 10 pela manhã e 13 à tarde e à noite.

Na parte da manhã, a grande expectativa é para as finais dos 100 m no masculino e no feminino. Erik Cardoso (12º no Ranking Mundial, com 10.30) e Lucas Rodrigues (15º, com 10:32) são considerados os favoritos entre os homens. Já Lorraine Martins (16ª, com 11.41) vai defender o título de campeã no feminino, obtido em 2017, em Georgetown, na Guiana. A outra representante brasileira na prova é Letícia Lima, medalha de bronze nos 200 m dos Jogos Olímpicos da Juventude, no ano passado, em Buenos Aires, na Argentina.

O paulista Erik Cardoso e a carioca Lorraine, ambos de 19 anos completados este ano, participam da competição com experiências no adulto. Erik integrou o revezamento 4x100 m, medalha de prata no Sul-Americano de Lima, no Peru, enquanto Lorraine foi titular da equipe feminina 4x100 m, quarta colocada no Mundial de Revezamentos de Yokohama, no Japão.

No período da tarde/noite, a atração brasileira é Alison Brendon dos Santos, que disputa a final dos 400 m. Ele tem a oitava marca do mundo da categoria, com 46.09. O paulista lidera o Ranking Mundial dos 400 m com barreiras, com 48.84, mas abriu mão da prova.

"O Brasil conta com uma equipe forte, tem tudo para brigar pelos títulos. Os atletas estão motivados e de olho no Pan-Americano de San José", comentou Alexandre Moratto, o treinador-chefe da equipe, referindo-se ao Pan Sub-20 da Costa Rica, marcado para o período de 19 a 21 de julho. A competição colombiana é uma ótima oportunidade para os atletas conseguirem os índices exigidos para San José.

O principal adversário brasileiro na competição será a Colômbia, que competirá em casa com uma equipe de 60 atletas. O destaque é Valeria Cabezas Caracas, campeã olímpica da juventude, especialista nos 100 e nos 400 m com barreiras.

Os organizadores confirmaram a participação de atletas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Venezuela, Guiana e Suriname, além de convidados de El Salvador e Porto Rico.

O Brasil participa do Sul-Americano com recursos do Programa de Apoio às Seleções Brasileiras da Caixa, a patrocinadora oficial do atletismo brasileiro.