Brasil nos Jogos - Los Angeles 1932

Ausente dos Jogos de Amsterdã 1928, na Holanda, o Brasil levou uma grande delegação a Los Angeles, nos Estados Unidos, para a Olimpíada de 1932 (21 para torneio atlético). A viagem se constituiu em verdadeira epopeia, no entanto. Isto porque, sem disponibilidade financeira, o Governo cedeu um carregamento de café para a delegação vender nos países em que aportasse o Itaquicê, navio que levava o grupo. Com as vendas, seriam pagas as despesas de viagem. Com a economia mundial em depressão, e sem bons vendedores a bordo, o fracasso comercial não foi evitado. Por isso, quando o Itaquicê chegou a Los Angeles, apenas parte dos atletas puderam desembarcar. Outros foram até San Francisco, onde se tentaria vender a maior parte da carga, ainda nos porões do navio. Entre os atletas que desceram em San Francisco, um ficou famoso por sua luta para chegar à cidade-sede da Olimpíada: o fundista Adalberto Cardoso, que viajando de carona, chegou a Los Angeles no dia de correr os 10.000 m. O que de bom aconteceu em Los Angeles foi que dois atletas brasileiros terminaram entre os oito primeiros em suas provas: Clovis de Figueiredo Rapozo, oitavo no salto em distância, e Lucio Almeida Prado de Castro, sexto n salto com vara.

 
Início | Notícias | Os Jogos | História | Brasil nos Jogos | Todos os Brasileiros | Nossos Medalhistas
Programa Horário | Resultados | Seleção 2016 | Galeria | CBAt

© Copyright 2002-2015, CBAt - Todos os direitos Reservados
Rua Jorge Chammas, 310 - Vila Mariana - São Paulo - Brasil - CEP: 04.016-070
Telefone: + 55 11 5908-7488 - Fax: + 55 11 4508-4013 - E-mail: cbat@cbat.org.br
   
Caixa Econômica Federal