A Milenar história dos Jogos Olímpicos

As manifestações esportivas, principalmente as atléticas, acontecem desde os tempos antigos e acompanham a história do homem no planeta. Sem dúvida, porém, os eventos mais conhecidos são os Jogos Olímpicos, realizadas em Olímpia, na Grécia, cujo início se perde no tempo. A primeira edição registrada destes Jogos é de 776 aC, nos tempos em que era disputada uma única prova: uma corrida de aproximadamente 200 m, que os gregos chamavam de stadium.

Em 776 aC, o ganhador da prova foi Koroebus, considerado o primeiro campeão olímpico da história. A partir de então, e por 13 edições seguidas, no intervalo de tempo de quatro anos (ou uma Olimpíada), apenas esta prova foi disputada. Depois, outras provas atléticas foram incluídas, como o lançamento de disco e de dardo, o salto em distância e o pentatlo. E mais adiante, o pugilismo.

Os Jogos Olímpicos eram o grande acontecimento da Grécia. Tanto que, além das disputas esportivas, havia ventos culturais, com a presença dos filósofos, poetas e artistas. Heródoto (o “pai da história”) e o escultor Fídias estavam entre as figuras notáveis, entre os que acompanham os Jogos.

No século II aC, já sob o domínio romano, passam a prevalecer, acima de tudo, as disputas equestres e as lutas.

Com o tempo, os Jogos perderam prestígio e acabaram proibidos no tempo do Imperador Teodósio, em 392 dC. A proibição não impediu que disputas continuassem a ocorrer na Idade Média. Eram, principalmente, os torneios de cavalaria.

No século XVI, com o Renascimento e o mergulho ocidental na Antiguidade Clássica começam a ressurgir os valores esportivos. No século XVIII, escavações mostram ao mundo o antigo Santuário de Olímpia, a sede dos Jogos Antigos. No século seguinte, o Movimento pela retomada dos Jogos Antigos ganha força sob a animação do pedagogo francês Pierre de Coubertin.

Eventos esportivos tendo como base os Jogos Olímpicos Antigos acontecem paralelamente na Grécia e na Inglaterra. Neste país boa arte dos esportes modernos são formatados. Passo final para a volta dos Jogos é dado em 1894, com a fundação do Comitê Olímpico Internacional, no prédio da Sorbonne, em Paris.

Finalmente, dois anos depois, são disputados os primeiros Jogos Modernos, em Atenas, na Grécia. Pouco mais de 300 atletas (pelo menos um terço deles inscritos para o torneio de Atletismo), de 13 países, compareceram.

Uma feliz coincidência uniu os Jogos da Antiguidade com as Olimpíadas Modernas, que confirma a importância história do Atletismo. Se antes, durante muito temo, apenas provas atléticas eram disputadas, em Atenas 1896 o primeiro campeão saiu do torneio de Atletismo: o norte-americano Jammes Connolly, primeiro no salto triplo. O atleta símbolo da primeira edição olímpica moderna também era um nome do Atletismo: o grego Spiridon Louis, campeão da maratona.

Na primeira metade do século XX, vários atletas ajudaram a consolidar o Movimento Olímpico. Caso, por exemplo, do norte-americano Jim Thorpe, campeão do pentatlo e do decatlo em Estocolmo 1912, Jogos em que foi fundada a IAAF, sigla em inglês da Associação Internacional das Federações de Atletismo.

Nos anos 1920 pontificou o finlandês Paavo Nurmi, fundista ganhador de nove medalhas de ouro em três Olimpíadas: Antuérpia 1920, Paris 1924 e Amsterdã 1928. Em 1936, nos Jogos de Berlim, quem deu o tom foi o atleta negro norte-americano Jesse Owens, ganhador de quatro ouros: nos 100 m, 200 m, salto em distância e 4x100 m.

O Brasil começou a participar dos Jogos Olímpicos em 1920. Nos Jogos seguintes, em Paris 1924, o Atletismo nacional mandou representantes pela primeira vez. Ito anos depois, em Los Angeles 1932, o País teve seus primeiros atletas entre os oito primeiros: Clovis de Figueiredo Rapozo, oitavo no salto em distância, e Lucio Almeida Prado de Castro, sexto no salto com vara. No geral, os brasileiros chegaram 51 vezes entre os oito primeiros, até Londres 2012.

As primeiras medalhas foram ganhas em Helsinque 1952, quando José Telles da Conceição ganhou bronze no salto em altura e Adhemar Ferreira da Silva ganhou o salto triplo. No total, o Atletismo deu ao Brasil 14 medalhas: 4 de ouro, 3 de prata e 7 de bronze.

 
Início | Notícias | Os Jogos | História | Brasil nos Jogos | Todos os Brasileiros | Nossos Medalhistas
Programa Horário | Resultados | Seleção 2016 | Galeria | CBAt

© Copyright 2002-2015, CBAt - Todos os direitos Reservados
Rua Jorge Chammas, 310 - Vila Mariana - São Paulo - Brasil - CEP: 04.016-070
Telefone: + 55 11 5908-7488 - Fax: + 55 11 4508-4013 - E-mail: cbat@cbat.org.br
   
Caixa Econômica Federal