Navegação: Início | Notícias

Africanos vencem a Maratona Internacional de São Paulo

02|04|2023 - | Assessoria de Comunicação da CBAt

Fonte: CBAt

Vestus Cheboi (Diogo Anhasco/Foto Radical)
Clique na Imagem para Ampliar
-

Bragança Paulista - O queniano Vestus Cheboi conquistou o título de campeão da 27ª Maratona Internacional de São Paulo, ao completar os 42,195 km em 2:15.20, logo em sua primeira participação na distância. A marca do queniano é uma das melhores da história da competição. No feminino, a etíope Yadeni Alemayehu levou a melhor, com 2:34.48. A prova recebeu o Selo Ouro e o Permit 02/2023 da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).



Entre os brasileiros, o mineiro Giovani dos Santos ficou em quarto lugar, com 2:23.16, e a gaúcha Marlei Willers terminou na segunda colocação, com 2:46.50.



Num dia nublado na capital paulista, com queda de temperatura, se comparada ao calor forte dos últimos dias, a competição teve milhares de participantes. Vestus Cheboi, que já havia sido vice-campeão das Dez Milhas Garoto no ano passado, e veio forte para a sua estreia em maratonas. Cheboi se colocou entre os ponteiros, já nos quilômetros iniciais. No km 5 era o líder da prova, abrindo alguns metros de distância, mas ainda seguia acompanhado de perto por outros atletas. Foi a partir do km 15 que despontou, se colocando em vantagem, porém consciente e sem forçar demais o ritmo. 



O queniano correu sozinho mais da metade da prova e não teve a primeira posição ameaçada em nenhum momento. Nos metros finais, sem demonstrar cansaço, ele acenava para o público presente no Parque do Ibirapuera. E sorria feliz pelo resultado. 



“Foi um dia muito bom. Foi fantástico, especialmente porque é minha primeira maratona. Treinei muito forte no Quênia e vim bem focado e muito bem preparado. Agradeço a Deus e ao meu técnico que me treinou para essa prova. Adoro o Brasil e é uma alegria enorme vencer aqui, ainda mais sendo minha primeira participação. Foi meu presente de aniversário", comemorou emocionado Vestus, que completará 36 anos na terça-feira (4/3).



Entre as mulheres, a etíope Yadeni Alemayehu liderou a prova desde os quilômetros iniciais. Ela vinha em bom ritmo, acompanhada da conterrânea Mabre Haile, porém a partir do 19º km, passou a ditar ritmo mais forte que a companheira, liderando a prova de forma isolada. Mesmo sentindo um pouco a umidade, não teve grandes dificuldades para cruzar a linha de chegada no lugar mais alto do pódio.



"Me senti tranquila e gostei bastante da prova do percurso. A umidade atrapalhou um pouco, mas, com certeza, não comprometeu o resultado final. Estou muito feliz em vencer a Maratona Internacional de São Paulo, uma prova tão importante", disse a etíope. 



Os atletas brasileiros também fizeram bonito e garantiram lugar no pódio, tanto no masculino como no feminino. Entre os homens, mesmo com dificuldade nos treinos, devido a uma infecção de garganta, Giovani dos Santos conquistou o quarto lugar. Laurindo Nunes Neto completou na quinta posição. Já entre as mulheres, a gaúcha Marlei Willers se destacou e faturou a segunda colocação. Ela já havia vencido a Maratona Internacional de Curitiba, em novembro. Renata Moreno dos Santos ficou com a quarta posição.



“Estou retornando às corridas, porém, não consegui me preparar muito bem para essa prova, por conta de uma infecção de garganta. Foi uma prova sofrida, mas corri na garra e na determinação. Esse resultado é para minha esposa e minha filha e para todos que torcem por mim. Agradeço a todos meus patrocinadores por esse resultado", declarou o mineiro natural de Natércia.



"Estou muito feliz em representar o Brasil, e conquistar o segundo lugar. Sabia da força das atletas estrangeiras. Mas, no primeiro momento precisei saber o meu ritmo, depois fui aproveitando as oportunidades da prova. Passei pela atleta que vinha na segunda posição no km 36, quando percebi que ela tinha sentido o ritmo. Foi meu presente de aniversário, pois fiz 45 anos na terça-feira passada (28/3) e queria um bom resultado. O primeiro lugar não veio, mas estou feliz pelo segundo. Agradeço a todos que me apoiam. Com certeza não cheguei sozinha aqui", comemorou a brasileira.



Na meia maratona, o baiano Fábio Jesus Correia (SPFC) venceu a prova, após ganhar a prata nos 10.000 m da Copa Brasil Loterias Caixa de Meio Fundo e Fundo no sábado (1/4) em Bragança Paulista (SP) ao completar o a prova em 1:17.06. Fábio já havia sido o melhor brasileiro na Corrida Internacional de São Silvestre, em 2022, com a quarta posição.



"Só quero agradecer a Deus e todos que torcem por mim. A vida de atleta é difícil. Fiz outra corrida no sábado, e estou aqui conquistando esse resultado. Em julho vou disputar o Troféu Brasil, em busca da marca para o sul-americano, tudo é preparação", contou Fábio.



Os melhores na maratona



Pódio na maratona



Masculino

1-Vestus Cheboi (KEN) – 2:15.20

2-Tilehum Abebaw Nigussie (ETH) – 2:17.47

3-Getu Kure Mideksa (ETH) – 2:21.50

4-Giovani dos Santos (BRA) - 2:23.16



Feminino 

1-Yadeni Alemayehu (ETH) – 2:34.48

2-Marlei Willers (BRA) – 2:46.50

3-Mabre Hale Degefa (ETH) – 2:49.32

4-Renata Moreno dos Santos (BRA) – 3:02.32



A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.



As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.



Assessoria de Comunicação: Heleni Felippe - helenifelippe@cbat.org.br - (11) 99114-1893 e (11) 99142-2951; João Pedro Nunes - joaonunes@cbat.org.br - (11) 948245812 e (11) 991588337 e Maiara Dias Batista - maiara@cbat.org.br - (11) 99127-2369.


 

Contato | Links | Mapa do Site | Publicidade

© Copyright 2002-2010, CBAt - Todos os direitos Reservados

Estrada Municipal Antônio Franco de Lima s/nº - Bairro do Campo Novo – Bragança Paulista, SP – CEP: 12.918-240
Telefone: (011) 5908-7488
- E-mail: cbat@cbat.org.br

Desenvolvido por: Neo Competição