23dezembro

Brasileiro Prevent Senior Sports de Atletismo Sub-20 termina com grandes resultados

Cinco atletas conseguiram índices para o Mundial da categoria em Nairóbi, no Quênia, na sexta e última etapa da competição, encerrada neste domingo, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista
Assessoria de Comunicação

Bragança Paulista – A última etapa do Campeonato Brasileiro Prevent Senior Sports de Atletismo Sub-20, realizado desde sexta-feira (21/5) no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), na cidade de Bragança Paulista (SP), terminou neste domingo (23/5) com grandes resultados. Um exemplo disso é que os três primeiros colocados na prova dos 110 m com barreiras conseguiram índices para o Campeonato Mundial de Nairóbi, no Quênia, que será disputado de 17 a 22 de agosto.



Fabrício Júlio Pereira (ASPMP-SP) foi o vencedor, com 13.59 (0.6), seguido de Thiago Resende Santos (LUASA-SP), com 13.82, e de Rian Pereira Coutinho (Clã Delfos-MG), com 13.95. Os três superaram a marca mínima exigida pela World Athletics de 14.15.



Pelos critérios de convocação do evento, o Brasil só poderá ter dois representantes em Nairóbi por prova e a definição será pelos dois atletas mais bem colocados no Ranking Brasileiro no período de 1º de dezembro de 2020 a 18 de julho de 2021.



“Estou bastante entusiasmado com a ideia de participar de uma competição tão importante como o Mundial. Comecei a fazer os 110 m com barreiras como prova principal só este ano. Até 2020 me dedicava mais ao salto em distância”, contou Fabrício, de 18 anos, nascido em Pindamonhangaba (SP) e treinado por Gustavo Consolino.



Fabrício e Thiago Santos já tinham, na verdade, as marcas mínimas para o Mundial, obtidas há duas semanas numa competição da Federação Paulista de Atletismo em Praia Grande (SP) e ratificaram agora com seus recordes pessoais.



Nos 100 m com barreiras, as duas primeiras colocadas também asseguraram qualificação para o Quênia. Daniele Campigotto (CAC-SC) e Lays Cristina Rodrigues (Corville-SC) garantiram o ouro e a prata, com 13.98 e 14.07 (0.5), respectivamente. O índice exigido pela WA é de 14.15.



“Não imaginava vencer o Brasileiro nem conseguir o índice para o Mundial”, admitiu Daniele, de 18 anos. “Eu estava muito confiante nos treinos realizados em Joinville”, disse Lays, de 16 anos, que lidera o Ranking Brasileiro Sub-18 de 2021 na prova, com 14.31. Barbara Rodrigues da Cunha (APCEF-MG) foi a terceira colocada, com 14.69.



Nos 3.000 m com obstáculos, Vinicius de Carvalho Alves (Orcampi-SP) foi o vencedor, com 9:37.07, alcançando a sua segunda medalha de ouro na competição. Ele já havia vencido os 3.000 m na sexta-feira.



Na prova feminina, Mirelle Leite da Silva (Projeto Atletismo Campeão-PE) assegurou o ouro, com 10:53.59. Foi sua segunda medalha no Campeonato Brasileiro. No sábado (22/5), a atleta de 19 nos, descendente de indígenas, conquistou a prata nos 5.000 m, com 18:07.87.



A competição não contou com a presença de público por causa das restrições impostas pela pandemia do coronavírus. Ao todo, o torneio reuniu cerca de 650 atletas de 123 clubes, de 22 Estados e do Distrito Federal e teve suas normas adaptadas para o atendimento aos protocolos de enfrentamento da COVID-19.



Todos os participantes passaram pela medição de temperatura corporal antes de entrar no CNDA e em casos suspeitos pela realização de testes de COVID-19. Foi também obrigatório o uso de máscaras, manter distanciamento entre os atletas na câmara de chamada, entre os treinadores no momento das provas de seus atletas e a cerimônia de premiação rápida e diferenciada, entre outros procedimentos.



Mais informações como resultados completos e classificação geral, masculina e feminina, podem ser acessadas no hotsite da competição: CLIQUE AQUI 



O torneio teve apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) que desenvolve o Programa de Formação de Atletas juntamente aos clubes integrados e ENADs (https://cbclubes.org.br/)



A Prevent Senior Sports é patrocinadora do atletismo brasileiro para a entidade gestora do esporte e os atletas brasileiros, visando a saúde integral dos indivíduos e apoio às competições.