EM GUAYAQUIL

Brasil mantém hegemonia no 52 º Sul-Americano de Atletismo

Vitória Rosa leva ouro nos 100 m e nos 200 m (Foto: Wagner Carmo/CBAt)

As equipes masculina e feminina foram as campeãs do evento em suas categorias. No geral, o País somou 470 pontos, com vários desempenhos importantes e atletas ganhando dois ouros, em três dias, em provas individuais

Bragança Paulista - O Brasil manteve a sua longa hegemonia na história do Campeonato Sul-Americano Adulto de Atletismo nesta segunda-feira (31/5), em Guayaquil, no Equador. A seleção brasileira conquistou a 33ª vitória na categoria masculina em 52 edições, tendo alcançado a 25ª consecutiva. No feminino, em 41 competições na história, as brasileiras ganharam também a 33ª - a 26ª em seguida.



No total, em cinco etapas da competição, disputada no Estádio Modelo Alberto Spencer, o Brasil somou 470 pontos, sendo campeão também no masculino com 246 pontos e no feminino com 224. A Colômbia ficou em segundo lugar na classificação geral, com 275 pontos (119 e 156), seguida do Equador, com 161,5 (73,5 e 88).



A equipe, que volta nesta terça-feira (1/6) ao Brasil num voo fretado, fechou o torneio, com 49 medalhas (26 de ouro, 11 de prata e 12 de bronze).



Alguns atletas foram destaque na competição assegurando duplo ouro em suas provas, como Felipe Bardi e Vitória Rosa, que ganharam os 100 m e os 200 m, Thiago do Rosário André, campeão nos 800 m e nos 1.500 m, e Altobeli Santos da Silva, vencedor dos 3.000 m com obstáculos e dos 5.000 m. Outro brasileiro que foi duas vezes ao pódio, Alexsandro Melo, o Bolt, venceu o salto triplo e ficou com a medalha de bronze no salto em distância. Thiago André ainda estabeleceu novo recorde do campeonato - a marca anterior pertencia a Zequinha Barbosa, com 1:46.16. Thiago fez 1:45.62.



Medalhas o Brasil



Masculino



Ouro



Felipe Bardi dos Santos – 100 m e 200 m

Thiago do Rosário André - 800 m e 1.500 m

Altobeli Santos da Silva - 3.000 m com obstáculos e 5.000 m

Fernando Ferreira – salto em altura

Daniel Ferreira do Nascimento – 10.000 m

Rafael Henrique Pereira – 110 m com barreiras

Alexsandro Melo – salto triplo

Welington Silva Moraes – arremesso do peso

Mahau Suguimati - 400 m com barreiras

4x100 m – 39.10

4x400 m - 3:04.25



Prata

Alan Christian de Falchi – lançamento do disco 

Thiago Júlio Moura – salto em altura

Lucas Carvalho – 400 m

Lucas Conceição Vilar – 200 m

Felipe Vinicius dos Santos – decatlo



Bronze

Alexsandro Melo – salto em distância

Pedro Henrique Rodrigues – lançamento do dardo

Derick Souza – 100 m

Wellington Fernandes Cruz – lançamento do disco

Abel Curtinove – salto com vara



Feminino



Ouro

Letícia Oro Melo – salto em distância

Laila Ferrer – lançamento do dardo

Vitoria Rosa – 100 m e 200 m

Ketiley Batista – 100 m com barreiras

Izabela Rodrigues – lançamento do disco

Tiffani Marinho – 400 m

Tatiane Raquel da Silva – 3.000 m com obstáculos

Keila Costa – salto triplo

Mariana Grasielly Marcelino – lançamento do martelo

Livia Avancini – arremesso do peso

4x100 m



Prata

Érica Sena – 20.000 m marcha atlética

Eliane Martins – salto em distância

Isabel Demarco Quadros – salto com vara

Simone Pontes Ferraz – 3.000 m com obstáculos

Valdileia Martins – salto em altura

Flavia Maria de Lima – 800 m 



Bronze

Jucilene Sales de Lima – lançamento do dardo

Lidiane Cansian – lançamento do disco

Gabriele Sousa dos Santos – salto triplo

Raiane Vasconcelos – heptatlo

Chayenne Pereira – 400 m com barreiras

Ana Carolina Azevedo – 200 m

4x400 m



A Prevent Senior Sports é patrocinadora do atletismo brasileiro para a entidade gestora do esporte e os atletas brasileiros, visando a saúde integral dos indivíduos e apoio às competições.