SUB-23

CBAt convoca atletas para os Jogos Pan-Americanos Júnior de Cáli

Erik, dos 100 m, e Maria Victória, dos 400 m, na lista dos convocados para o Pan Júnior

Foram chamados 62 representantes - 32 no feminino e 30 no masculino - para disputar a primeira edição do evento, que reunirá as promessas do esporte na categoria até sub-23, de olho no ciclo olímpico para os Jogos de Paris-2024

Bragança Paulista - A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta quarta-feira (27/10) a convocação dos atletas que representarão o País na modalidade na 1ª edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior (sub-23), marcados para o período de 25 de novembro a 5 de dezembro, na cidade de Cáli, na Colômbia. O torneio de atletismo será disputado no Estádio Pascual Guerrero no período de 30 de novembro a 4 de dezembro.



A delegação completa, com representantes dos demais esportes, será fechada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), que lembra que a competição multiesportiva abre o novo ciclo para Paris-2024. Os ganhadores do ouro em Cáli garantem vaga para os Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023, no Chile, independentemente do número de atletas fixado por prova na competição.



A CBAt convocou 62 atletas – 32 no feminino e 30 no feminino – que alcançaram os índices exigidos pela organização do evento. “Mais uma vez, com toda a transparência, fizemos o anúncio on-line e saudamos todos os atletas, treinadores e clubes”, disse o presidente do Conselho de Administração da CBAt Wlamir Motta Campos. “Repito que essa é a base para os Jogos de Paris e temos no ano que vem o Mundial de Oregon, nos Estados Unidos", prosseguiu. "Desejamos sempre boa sorte a todos os atletas e estamos sempre na torcida."



O presidente destacou o número bem parecido de atletas, nos gêneros masculino e feminino e lembrando que todas as regiões do País terão representantes na delegação brasileira, o que “mostra a capilaridade do atletismo”. "Tenho certeza de que teremos bons resultados nesse Pan."



Wlamir anunciou a convocação da seleção de Brasília, onde teve várias reuniões nesta terça e quarta-feiras, já tratando da renovação do contrato da Loterias Caixa até 2024, entre muitas outros assuntos importantes para atletismo brasileiro. "Isso dará segurança e tranquilidade para que possamos fazer um planejamento até Paris-2024", disse Wlamir, acrescentando que o objetivo é aumentar de 60 para 120, em 2022, o número de Centros de Formação do Atletismo existentes no Brasil, também com recursos do contrato com as Loterias Caixa. 



Outra boa notícia dada pelo presidente da CBAt é que a partir de 2022 os três primeiros colocados nas provas individuais do Ranking Brasileiro Sub-23 terão direito à Bolsa Atleta da Secretaria Especial de Esportes do Ministério da Cidadania do Governo Federal. "A CBAt trabalhou arduamente para conseguir a Bolsa Atleta para os três primeiros colocados do Ranking. De forma que o Pan também é mais uma oportunidade para os atletas buscarem os seus melhores resultados", acrescentou Wlamir.



Os convocados



Feminino

Gabriela Silva Mourão (CT Maranhão-MA) – 100 m

Lorraine Martins (Pinheiros-SP) – 100 m

Tiffani Marinho (Orcampi-SP) – 200 m – 400 m

Letícia Maria Nonato Lima (CT Maranhão-MA) – 200 m

Maria Victória de Sena (APA-SP) – 400 m

Micaela Rosa de Mello (UCA-SC) – 100 m c/barreiras

Ketiley Batista (ASPMP-SP) – 100 m c/barreiras

Chayenne Pereira da Silva (EMFCA-RJ) – 400 m c/barreiras

Marlene Ewellyn dos Santos (Orcampi-SP) – 400 m c/barreiras

Isabelle Cristina de Almeida (ASA Sorriso-MT) – 800 m – 1.500 m Gabriela Tardivo (IPEC-PR) - 1.500 m – 3.000 m c/obstáculos

Maria Lucineida Moreira (AAPD-PE) – 5.000 m – 10.000 m

Mirelle Leite (AAPD-PE) – 5.000 m – 3.000 m c/obstáculos

Fabrícia Ester Stedille (ACA-SC) - 10.000 m

Arielly Kailayne Rodrigues (Rondonópolis-MT) – altura

Gabriela Araújo Gil de Sá (ASEMPAR/Paranavaí-PR) – altura

Isabel Demarco de Quadros (Orcampi-SP) – vara

Sophia Laura do Amaral Salvi (Centro Olímpico-SP) – vara

Lissandra Maysa Campos (IVL-MT) – distância

Thainá Guerino Fernandes (MEM-SP) – distância

Nerisnelia dos Santos Sousa (ASA Sorriso-MT) - triplo

Maria Vitória Quirino de Queiroz (Vasco da Gama-RJ) – triplo

Maria Fernanda Rodrigues de Aviz (Curitiba-SMEL-PR) – peso

Milena Jaqueline Sens (ACARISUL-SC) – peso

Valquíria Aparecida Meurer (IEMA-SP) – disco

Ingrid Iohanna Martins (AAPD-PE) – disco

Deisiane Teixeira (APA-SP) – dardo

Bruna Vieira de Jesus (ADAC-MS) – dardo

Ana Caroline Miguel da Silva (APCEF-MG) – martelo

Gabriela de Souza Muniz (CASO-DF) - 20.000 m marcha

Larissa Roberta Macena (Orcampi-SP) – heptatlo

Naiuri Rigo Krein (AABLU-SC) – heptatlo



Masculino

Erik Felipe Cardoso (SESI-SP) – 100 m

Lucas Rodrigues da Silva (CT Maranhão-MA) – 100 m – 200 m

Lucas Conceição Vilar (SESI-SP) – 200 m

Alison dos Santos (Pinheiros-SP) – 400 m – 400 m c/barreiras

João Henrique Falcão (CT Maranhão-MA) – 400 m

Adrian Henrique Dias Vieira (SESI-SP) – 110 m c/barreiras

José Fernando Ferreira Santana (AAPD-PE) – 110 m c/barreiras –decatlo

Caio Almeida Teixeira (Centro Olímpico-SP) – 400 m c/barreiras

Eduardo Ribeiro Moreira (Pinheiros-SP) – 800 m – 1500 m

Leonardo Santos de Jesus (Pinheiros-SP) – 800 m

Miguel Lopes Hidalgo (Pinheiros-SP) - 5.000 m

Fabio Jesus Correia (SPFC-SP) – 5.000 m – 10.000 m

Juliano de Araújo (CARN-RN) – 10.000m

Natan Nepomuceno (GE Alta Velocidade-SP) – 3.000 m c/obstáculos

Vinícius de Carvalho Alves (Orcampi-SP) – 3.000 m c/obstáculos

Elton Junio Petronilho (Pinheiros-SP) – altura

Jimmy Jhon da Silva Lopes (Jaraguá do Sul-SC) – altura

Lucca Leonardo Radhuany (IEMA-SP) – vara

Gabriel Luiz Boza (APA-SP) – distância

Weslley Bevilaqua Beraldo (ASEMPAR/Paranavaí-PR) – distância

Michael do Nascimento Agostinho (AABLU-SC) – triplo

Marcelo Garcia Lopes (AAAMA-SP) – peso

Alan Christian de Falchi (ADC São Bernardo-SP) – disco

Luís Fábio da Cruz Rodrigues (CT Maranhão-MA) – disco

Luiz Mauricio Dias da Silva (UFJF-MG) –dardo

Pedro Henrique Nunes Rodrigues (Endurance-AM) - dardo

Alencar Chagas Pereira (UCA-SC) – martelo

Matheus Gabriel Correa (AABLU-SC) – 20.000 m marcha

Paulo Henrique Ribeiro (PM Colombo-PR) – 20.000 m marcha

Jonathan da Silva (ASPMP-SP) - decatlo



O COB informou que realizará ações preventivas para a detecção da COVID-19, além das exigidas pelos organizadores do evento. Os componentes da missão brasileira farão testes RT-PCR cinco e dois dias antes da viagem, seguindo a recomendação da organização, além de um teste de antígeno horas antes do embarque, de acordo com protocolo próprio do COB.



Em Cáli, todos serão testados novamente em até 24 horas após a chegada. Depois disso, haverá testes a cada quatro dias. Ainda assim, o COB levará uma quantidade própria de testes de antígeno, fruto de acordo com a Fiocruz e o Ministério da Saúde, para serem utilizados a partir de recomendações médicas. Em transportes públicos e na viagem de avião será recomendada a utilização de máscaras N95.



Os Jogos Pan-Americanos Júnior reunirão cerca de 3.500 atletas, de 41 países, em 39 modalidades. A cidade de Cáli será a sede principal e terá como subsedes: Jamundí, Yumbo, Palmira, Buga, Calima e Barranquilla.



A NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro para a saúde integral dos atletas e apoio às competições.



As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.